Palestra sobre Direito Sistêmico

Na última sexta-feira (28 de setembro de 2018) no auditório do Centro Universitário 7 de Setembro (UNI7) ocorreu a palestra intitulada “Justiça Restaurativa Sistêmica e Cultura de Paz” com a Profa. Márcia Sarubbi Lippmann da Universidade do Vale do Itajaí, em Santa Catarina.

Durante a palestra a Profa. Márcia sensibilizou a plateia quanto à necessidade de um novo olhar para o Direito, aplicando uma visão sistêmica aos conflitos judiciais e extrajudiciais, para resoluções “além do papel” que tenham efetividade prática na vida das pessoas. Dentre as diversas abordagens sistêmicas as constelações familiares (de Bert Hellinger) têm mostrado resultados consistentes na práxis.

A palestra contou com a presença dos responsáveis pelos grupos de estudos e de pesquisas do curso de Direito da UNI7: Profa. Germana Belchior do Ecomplex (Grupo de Pesquisa em Direito, Complexidade e Meio Ambiente), Prof. João Alfredo da AJUP (Assessoria Jurídica Popular em Direitos Humanos) e Prof. Helio Leitão do Liberte-se.

Também, contou com a palavra das idealizadoras do “Programa Olhares e Fazeres Sistêmicos no Judiciário Cearense” da Vara de Execução de Penas e Medidas Alternativas (VEPMA) do Fórum Clóvis Beviláqua, a advogada Ana Tarna dos Mendes Santos e da psicóloga Socorro Fagundes que ressaltaram a importância da temática para a ressocialização dos cumpridores de pena e principalmente a acolhida do Programa pela juíza Maria das Graças Almeida de Quental. Finalizaram, convidando todos a visitarem o projeto.

Diante desta nova temática, para disseminar ainda mais a abordagem da Justiça Sistêmica, foram sorteados alguns livros da palestrante, intitulados: “Direito sistêmico: aplicação das leis sistêmicas de Bert Hellinger ao direito de família e ao direito penal”; “Constelação sistêmica na execução penal: metodologia para sua implementação”; “Um novo olhar para o conflito: diálogo entre mediação e constelação sistêmica” e “Justiça Restaurativa Sistêmica”.

Autor: grupoecomplex

O Grupo de Estudos “ECOMPLEX: Direito, Complexidade e Meio Ambiente” lançou edital para seleção de membros. O ECOMPLEX é coordenado pela Prof.ª Dr.ª Germana Belchior e possui as seguintes linhas de pesquisa: Pensamento Complexo, Direito e Transdisciplinaridade: busca investigar acerca do pensamento complexo e suas consequências para o conhecimento científico do Direito e o diálogo de saberes. Tem como pergunta de partida: Como e em que medida o pensamento complexo influencia os saberes no Direito? Complexidade, Epistemologia e Direito Ambiental: pretende investigar como o Direito Ambiental influencia a formação de uma nova epistemologia jurídica sob a óptica do pensamento complexo. Tem como pergunta de partida: Quais são os fundamentos de uma epistemologia jurídico-ambiental? Complexidade e Ensino Jurídico: intenta investigar sobre a necessidade premente de transformações no ensino jurídico em virtude do pensamento complexo. Tem como pergunta de partida: Qual é a repercussão do pensamento complexo no ensino jurídico e, consequentemente, na formação de futuros profissionais do Direito?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie seu site com o WordPress.com
Comece agora
%d blogueiros gostam disto: